Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Classificar

verbalizado por Fábio, em 27.09.07
Segundo o blog Qualquer Cena Serve as mulheres podem ser classificadas em 4 parâmetros diferentes e como eu concordo plenamente com a classificação, vou postá-la aqui:

1ª classe : Menininhas
Esta classe de raparigas é aquela que não quer ter namorados. Logo permanecem virgens até que existe um engatatão que as leva para a cama. Este tipo de mulheres rejeitam muitos rapazes que as adoram e alguns até as amam, e deixam-se levar por um tipo que só as quer comer.

2ª classe : Amigo pa mim é como uma mulher
Esta classe de raparigas é aquela que entende que os amigos não devem passar disso, preferindo namorar com rapazes que conhecem no hi5, ou que amigos(as) lhe apresentaram. Têm o cérebro suficientemente parvo para preferirem conhecer os rapazes primeiro na cama e só depois no quotidiano.

3ª classe: A mulher da nossa vida
Esta classe, para mim a mais nobre, é aquela em que as raparigas só namoram com rapazes que conhecem perfeitamente, e de quem são muito mas muito amigas. Este tipo é aquele que eu designo de 'mulher honrada'

4ª classe : Qualquer cena serve
Esta classe de raparigas é aquela que mais se enquadra com este blog porque para elas qualquer rapaz serve para a levar para a cama naquele dia ou naquela noite. São do tipo de raparigas mais procurado por rapazes desesperados, que são facilmente encontradas na noite. para engatar estas raparigas basta pagarem uma bebida longa e terem carro, e se tiverem casa só para vocês pode ser que as vejam mais vezes. São do tipo de raparigas que, a meu ver, não têm valor nenhum.


(O Texto aqui transcrito é da exclusiva responsabilidade do seu autor, e tambem é minha porque, afinal de contas, eu copiei-o para aqui, embora com algumas supressões e substituição de palavras.)

Identifco-me perfeitamente com a 1ª e 2ª classes.... vá-se lá saber porquê...

Classificar é um verbo transitivo que significa distribuir em classes; arrumar; ordenar; qualificar; determinar as categorias (de um conjunto); atribuir valores a.

Enfim...

Autoria e outros dados (tags, etc)

verbalizado às 12:59

Encostar

verbalizado por Fábio, em 24.09.07

Encostar... No dicionário diz que é um verbo transitivo que significa: apoiar, colocar, arrimar, firmar, pôr contra; reflexo: reclinar-se, recostar-se; apoiar as costas a; amparar-se ou procurar o valimento de; firmar-se na autoridade ou parecer de outrem. na versão popular significa pedir dinheiro a; Ma so verdadeiro significado todos nós o sabemos quando um amigo ou alguém 'especial' se encosta a nós.

Vou estampar uma t-shirt:

Encosta-te a mim!

Autoria e outros dados (tags, etc)

verbalizado às 21:48

Parabenizar

verbalizado por Fábio, em 23.09.07

Existe sim senhor! Parabenizar... apesar de ser brasileiro... existe e serve para (como diz no dicionário) apresentar os parabéns a; felicitar. Quem? A Joana!

 

 

Espero que esta menina que vocês aqui vêm seja agora muito feliz e que passe em grande mais um aninho da sua vida.

 

Beijinhos Joana. Parabéns!

Autoria e outros dados (tags, etc)

verbalizado às 22:46

Foliar!

verbalizado por Fábio, em 05.09.07

Bem, já há um tempinho que este blog não via um post meu, nem meu nem de ninguém poruq eu sou o único autor... enfim. E vocês perguntam: "porquê tanto tempo sem postar?" e eu respondo: por causa disto:

 

 

Pois é, Folia!. E como a vida de um 'luminotosco' é complicada...não tenho postado.

 

Tenho andando a foliar, eu e mais quase 40 pessoas, na Quinta da Regaleira em Sintra e estou a adorar trabalhar com este grupinho de pessoas fantásticas.

 

Foliar é um verbo intransitivo que significa entrar em folias; pular; saltar; e que leu os outros posts do blog está a pensar "Bolas! Até que enfim que este rapaz se deixou e tristezas e se diverte" Pois mas se calhar não deixei, porque os problemas não acabam assim de repente... Atravessamos tempos dificeis mas pior está por vir... Mas não desanimemos.

Agora que a peça está a acabar já sinto aquela saudade e lembro-me dos bons momentos que passei com esta equipa, desde Junho até agora. As noitadas, as correrias, os jnatres, as conversas... Tudo! Fiquemos, então, disponíveis para mais Folia!

Haja Folia!

 

 

 

 

Folia!

Mistério de uma noite de Pentecostes

 

Texto: Paulo Borges

Encenação: Rui Mário

Pelo Teatro TapaFuros

 

Quinta da Regaleira - Sintra

Até 16 de Setembro

5ª a Sáb.: 22h || Dom.: 20h

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

verbalizado às 13:28




Anúncios


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30



Verbos mais conjugados





visitar


Mais sobre mim

foto do autor