Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ofertar

verbalizado por Fábio, em 30.06.13

Já partilhei esta pequena história no Facebook. Decidi partilhar aqui de novo. Até porque aqui há anúncios nos quais vocês podem clicar para eu ganhar dinheiro para ir comprar um café ou um gelado.

Não é todos os dias que nos ligam para oferecer alguma coisa!

No outro dia ligou-me uma menina da Telepizza a perguntar porque é que eu não tinha ligado ultimamente para eles. Claramente não era video-chamada. 
"-Porque daqui a bocado não passo nas portas", respondi.
"-Então eu vou-lhe dar um código VIP para encomendar pizzas com 50% de desconto até ao fim do mês."
"-A senhora quer que eufique um balofo, não é? Então qual é o código?"
"-Não há código. Basta dirigir-se ao restaurante e dizer que tem um código VIP." 
"-Ah....obrigado..." {#emotions_dlg.serious} a sério Telepizza?

Tive mesmo vontade de me virar para trás e berrar "Pessoal, tudo à Telepizza e dizer que tem CÓDGIO VIP!!!"

Obrigado Telepizza. Obrigado por me fazeres sentir um gordo vip e, ao mesmo tempo, especial e portador de um código invisível.

 

 

Follow my blog with Bloglovin

Autoria e outros dados (tags, etc)

verbalizado às 16:47

Luar

verbalizado por Fábio, em 24.06.13

-Luar é verbo? - pergunta o prezado e amável leitor. O único que não está a fotografar a lua. -É. Se está aqui é. Agora volte lá para o cimo do monte e ponha-se a tirar fotos.

É impressão minha ou isto de dizer que há uma "superlua" é a mesma coisa que dar cerveja sem álcool a um grupo de amigos nossos sem lhes dizer que é sem álcool? Fica tudo bêbado por osmose. Amanhã vem um gajo qualquer dizer "-eh pá a superlua afinal é em Julho, enganámo-nos numa letra. Desculpem." E eu quero ver a cara do pessoal.

Há uma fase da lua que é bastante parecida com esta superlua. Chama-se lua cheia. Eu quase que jurava que vi uma igualzinha o verão passado. No algarve. Se calhar não era super. Era maxi.

O que é facto é que hoje a expressão "nascer com o cu virado para a lua" ganha toda uma nova dimensão. A sorte que os gaiatos que nasceram hoje vão ter...

Autoria e outros dados (tags, etc)

verbalizado às 04:30

Lacrimejar

verbalizado por Fábio, em 22.06.13

Volto sempre aqui para dizer babuzeiras...como esta. As nossas lágrimas deviam ter cores diferentes. Cores, sabores, texturas, pesos diferentes. As lágrimas que caem quando o nosso melhor amigo vai para o Brasil são as mesmas que caem quando nos lembramos da nossa infância. São as mesmas que caem quando nos lembramos da nossa primeira namorada, do nosso primeiro trabalho. São as mesmas da saudade, as mesmas do entender, as mesmas do sofrer. São as mesmas. Sempre as mesmas lágrimas. As mesmas que caem quando nos lembramos dos passeios que dávamos com os nossos pais, com os dois; são as mesmas de quando pensamos naquela pessoa de quem gostámos durante tanto tempo e ela não nos ligou nenhuma. São as mesmas do "já não te via há tanto tempo" e do "ainda bem que aqui estás". São as mesmas do adeus. Mas só nós, que as choramos, é que sabemos o que cada uma delas - lágrima - quer dizer. A lágrima podia ser tanta coisa. Podia ter cores e ser guardada em frasquinhos. Podia ser muito mais que o espelho de um sentimento. Que um sinal. Que uma assinatura. Podia ter cor. Mas aí deixaria de ter toda a sua poesia. Até já.

Autoria e outros dados (tags, etc)

verbalizado às 05:56




Anúncios


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2013

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30



Verbos mais conjugados





visitar


Mais sobre mim

foto do autor