Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tentar

verbalizado por Fábio, em 11.01.17

Este blog tem estado uma pasmaceira. Mais ou menos como a minha vida. Estou a tentar que deixe de ser assim. Em relação ao blog. Em relação à vida é mais difícil. Todos os dias tento muita coisa. Tentamos todos. Andamos sempre com olhos nos pés, a tentar perceber se esta ou a outra pedra têm a felicidade escondida lá por baixo. Eu como vejo tão bem dos pés como dos olhos de verdade, farto-me de espetar patarrões de força em pedregulhos e nunca descubro o que eles têm lá debaixo.

Tento todos os dias ir buscar forças para me levantar da cama. Procurar alento é um trabalho a que dedico uns largos minutos da minha existência, quando acordo. Antes de sentir o frio gélido do mundo, que se faz sentir logo ao tirar o cobertor. E às vezes demoro imenso tempo a tentar encontrar esse alento. Tento falar todos os dias com as pessoas de quem mais gosto, faço mesmo questão. E elas nem sonham no trabalho de pesquisa de alento que faço quando falo com elas.

Tento salvar vidas, fazer rir pessoas, realizar sonhos... porque não consigo fazer isto comigo. E eu tento. Juro que tento. Tento não entrar por caminhos cujos trajectos dêem cabo da minha existência, tento não queimar o almoço, tento que não me caia nenhuma árvore em cima de um carro. Tento ter forças para despachar o trabalho todo que tenho pendente. Tento que me percebam, que me entendam, que gostem de mim e de falar comigo. Acho que todos precisamos disso, sempre, embora não o admitamos. Tento tanta coisa e às vezes parece que estou a tentar tudo mal. Vejam bem que, até para desenvolver o meu talento nato - que é dormir - eu tenho andando a tentar arranjar técnicas novas...

Infelizmente a vida não é uma Kalax do IKEA. Nem o Monopólio da Hasbro. A vida não vem com um livro de instruções nem tem garantia. O que é realmente uma chatice, porque eu gostava de chegar à loja e dizer "olhe menina, a minha vida está avariada, veja lá o que é que me consegue fazer com isto. Não era para devolver, é para arranjar" e não posso.

Posso fazer isso, eventualmente, com a Kalax do IKEA. Se precisarem da minha ajuda, eu monto-a e realizo o vosso sonho. E fico com o Rossio, no Monopólio. Ao menos estou entretido.

IMG_6610.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

verbalizado às 02:21




Anúncios


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031



Verbos mais conjugados





visitar


Mais sobre mim

foto do autor