Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Abraçar

verbalizado por Fábio, em 07.11.07

ABRAÇOS GRÁTIS! Portanto... deem-mos! ABRACEM-ME!

 

Hoje senti como é bom, depois de um dia frustrante, receber um abraço a sério, daqueles sentidos. Daqueles que nós não pedimos, nem tentamos dar. Apenas damos.

 

Podia escolher o verbo Frustrar, poruqe o dia hoje correu especialmente... vá lá... mal. Primeiro paguei uma bajolada de dinheiro para ir até Mafra, ao Memorial do Convento, para depois ficar a porta, porque cheguei 5 minutos atrasado.

Depois os nossos melhores amigos têm saidas e atitudes estranhas e edeixam-nos trsites... O que é que se há-de fazer? Mulheres. Mas pornto, eu vivo muito para os meus amigos, porque os(as) adoro e tenham eles as atitudes que tiverem (mesmo que a atitude seja duvidar da nossa amizade...) eu vou continuar a gostar deles. (Neste caso delas).

 

Enfim.

 

Gosto de abraçar os emus amigos. Gosto que me abracem quando preciso. Gosto que sintam quando preciso dum abraço. Ás vezes parece que alguns têm medo de me abraçar... Vá-se lá saber porquê.

 

Pegando noutro significado, eu é que devia pensar em não abraçar tantos projectos. Fico sem tempo para fazer o que realmente tenho que fazer.

 

Abraçar é um verbo transitivo que significa  cingir com os braços; dar abraços; circundar; cercar; abranger; conter; compreender; aceitar; admitir; adoptar; consagrar-se.

Quem eu quero que me abrace não o faz...

 

Enfim...

ABRAÇAI-ME, mas façai de conta que não pedi!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

verbalizado às 23:59




Anúncios


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Verbos recentes



Verbos mais conjugados





visitar


Mais sobre mim

foto do autor