Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Acreditar

verbalizado por Fábio, em 15.11.13

Raras são as vezes em que duplico um verbo no meu blog. Teve de ser. Só para deixar um recado:

Nunca deixem de acreditar.

Nunca deixem de acreditar em vocês, no que vos rodeia, no que vos faz feliz, no que vos faz chorar.

Nunca deixem de acreditar na cor do vosso mundo, na cor da vossa bandeira, do vosso coração.

Nunca deixem de acreditar na vossa força, nas gotas de chuva, no cheiro da terra molhada, no cheiro da vossa mãe, do vosso pai...

Nunca deixem de acreditar na recuperaão, no abraço, no sol depois de chover, nas viagens e nas festas!

Acreditem sempre no amor, nos amigos e no grito de golo!

Acreditem sempre no brilhar do sol, no vento a bater-vos na cara, no sonho e na vossa música favorita!

Acreditem sempre no sorriso, na lágrima ao canto do olho, na vitória vosso clube, na vossa religião, na vossa bebida favorita!

Faz-vos feliz? Acreditem.

Despreocupa-vos? Acreditem.

Dá-vos ânimo? Acreditem.

Querem? Acreditem.

Acreditam? É essa a força de acreditar.

Porque acreditar é o que nos move!

Não precisam de acreditar em mim. Mas no resto, acreditem.

 

Dedico este post a todos os que agora precisam desta força de acreditar!

Autoria e outros dados (tags, etc)

verbalizado às 15:38

Acreditar

verbalizado por Fábio, em 30.10.08

Ok. Pronto. Foi a gota de água: Ploc!

 

Rendo-me. Sim, rendo-me! Já acredito em tudo meus amigos! Em tudo!

 

O quê!? Amanhã o sol não nasce? Não posso?! Ah claro que posso! É bem possivel, apesar de ter sido o meu vizinho doninha A dizer-mo! Sim, eu era um rapaz de dozoito anos e agora sou um Cavalo de 7 e não noto muita diferença, a não ser pelo cheiro. Cheiro muito bem agora. Às vezes o meu amigo porco passa aqui na rua com a sua bicileta toda... coise... passa e faz trrim trrim na sua campainha, a ver se eu me importo. Eu galopo meu amigo! Quero cá saber da tua bicileta para alguma coisa! Sei é que se já deixassem os cavalos andar de avião, ia passar umas férias a Júpiter ou assim. Mas infelizmente o feminismo tomou conta disto e isso de andar de avião é um luxo só para as éguas! Em contrapartida eu posso votar nos burros para presidir o país... perdão, a selva! Elas não.

 

Enfim. Sou rico. Toda a gente é. De repente o dinheiro deixou de fazer sentido e pagamos tudo com miminhos.

 

AHHHHH! Porra! Como assim? Como é que é possivel! Rai's parta esta gente pá! É a terceira vez esta semana que aterram com a porcaria daquela nave redonda no meu quintal! Lá porque têm antenas, 4 olhos e são verdes, não quer dizer que possam enfiar a porcaria do disco voador onde lhes apetece. Eu dizia-lhes onde o enfiar!

 

 

Ai ai... enfim. E assim se faz um texto ridiculo sobre... o ridiculo e sobre o facto de eu, agora, acreditar em tudo. Mesmo tudo! Olha a Maddie está a bater-me a porta! Ah, era o carteiro.

 

Meus amigos, ou o mundo vai acabar amanhã ou não sei... onde é que isto vai parar. Digam-me ou mostrem-me o que vai acontecer que eu acredito. Juro.

 

Vou só ali no instante picar-me com aquela agulha para ver o meu amigo elefante rosa. Ainda aleija um bocadinho, mas eu sou um ovo que fala, portanto...

 

Até já!

 

PS: E não é que o Leixões ganhou ao Porto? Ah ah ah! Deviam ter visto as vossas caras! AH! Mas esta é mesmo verdade!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

verbalizado às 00:07




Anúncios


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Verbos recentes



Verbos mais conjugados





visitar


Mais sobre mim

foto do autor