Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Passar

verbalizado por Fábio, em 01.02.08

Antes de mais, parabéns à menina que deu o mote para que este blog existisse: a Ritinha. Não só pela exclenete ideia que me fez ter (ui) como também porque fez anos no dia 30. Aqui ficam os Parabéns pra ela! Ainda me lembro, no ano passado de ter organizado o jantar surpresa da Rita. Como o tempo passa...

 

Passa rápido o tempo, muito rápido, ainda agora estava eu a entrar para a Leal, a conhecer os Retis, parece que foi ontem que a minha vida mudou, por ter conhecido pessoas novas, ambientes novos, mundos novos! O tempo passa e a forma de ver a vida já não é a mesma, os passos não têm o mesmo peso, o corpo não tem a mesma leveza. O tempo passa e parece que há bocadinho estava eu a correr os jardins da Regaleira, a ir à piscina com os amigos, a bater à porta da Joana com um bolo, parece que foi ontem. Passa tudo tão rápido. Ontem estava eu a ver televisão e a aparvalhar em casa da Catarina, na festa do Vicente deitado lá fora, com os Retis a fazer o País dos Chapéus, O Segredo, A Arca e o Copo, na garagem do Nuno a dizer piadas parvas e a pendurar cabos, com o André a passear de bicileta, com a Rita à pendura; há tão pouco tempo estava eu a trabalhar num baile, a fazer o meu primeiro programa de rádio, a dobrar cartas, a jantar em casa da Mafi, a dfazer massagens, a conhecer o Africano e o Zé Miguel, a ver como as pessoas mudam, a passear em Sintra, a tentar esquecer os problemas, a ver o meu pai ir-se embora, a ver coisas tristes entre os meus pais, há tão pouco tempo estava eu em Belmonte a aturar o Elisio, a receber uma chávena muito original, em circulo na mãe tiilia, no meio das azedas, a aparvalhar etirar fotos com o com o Sérgio! Parece que foi tudo há umas horas. Parece que há pouco estava eu a iluminar o capuchinho, a conhecer os Tapas, a jantar com a minha antiga turma, a abraçar amigos e a sofrer por causa deles, a fazer coisas que não devia e meter-me onde não sou chamado... Passou tudo tão rápido. Às vezes gostava de reviver certos e determinados momentos, mas infelizmente não podemos voltar atrás no tempo e refazer coisas que não deviasmos ter feito.

 

Obrigado a todos os que me têm feito viver e a todos os que fazem parte da minha vida.

 

Até já.

 

PS: Ainda bem que passosu Janeiro...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

verbalizado às 00:56




conjugar (comentar):

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829



Verbos mais conjugados




Mais sobre mim

foto do autor