Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Insultar

verbalizado por Fábio, em 28.06.09

Quando os nossos amigos mais próximos nos insultam é, no minimo... complicado. Uma éspecie de soco no estômago. E se há coisa que eu não sou é cinicio e digo-o com todas as letras que compõem a palavra. Não sou e tenho pelna certeza e consciência disso. Eu e todos. tenho defeitos como toda a gente, tenho as minhas falhas, a minha forma de dizer e ver as coisas...  mas cinismo é coisa que não faz parte da minha personalidade, o que não quer dizer que não cometa os meus erros, mas, vamos lá a ver: Se eu comer salada de alface ao almoço dois dias seguidos por exemplo, sou vegetariano? Ok.

 

Já estou habituado a muita coisa, já vi muitra cosia, ouvi muita coisa, sei muita coisa, começo a habituar-me a este tipo de situações também, que me deixam deveras chateado. Se hà coisa que eu não admito mesmo é insultarem-me e acusarem-me de coisas pelas quais eu não posso ser acusado. A minha mãe podia chamar-me nomes. Não chama, portanto mais ninguém o pode fazer.

 

Menos, muito menos.

 

 

Agora, à parte de coisas idiotas, deixo aqui a música que tem acompanhado a malta (O MEO Gang) nestes dias, nas festas de S.Pedro. Carrinhos de Choque é que e pá!

O comando é, definitivamente, nosso! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

verbalizado às 04:03




Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2009

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930



Verbos mais conjugados




Mais sobre mim

foto do autor