Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Verbos

A vida em verbos... (em especial a minha) Se estão à procura de coisas sobre o significado dos verbos mesmo e assim...este não é bem o sitio certo, mas pode ajudar. Para conjugações e coisas do género, é melhor irem aqui www.priberam.pt :)

Verbos

A vida em verbos... (em especial a minha) Se estão à procura de coisas sobre o significado dos verbos mesmo e assim...este não é bem o sitio certo, mas pode ajudar. Para conjugações e coisas do género, é melhor irem aqui www.priberam.pt :)

Sobrar

18.05.08, Fábio

Devido ao trabalho de representção e produção em Escudos Humanos, não tenho tido tempo para postar, e não tenho (podem ver pelo avançado da hora) mas hoje senti a necessidade de vir dizer isto ao blog.

 

Estou especialmente irritável. Talvez por o stress ser muito sim. Mas às vezes sinto-me a mais. A sobrar. Que tenho de explodir. Porque para o Fábio há sempre outra mesa. Porque o Fábio não precisa de boleia, pode sempre ir de comboio. Porque se o Fábio diz alguma coisa toda a gente olha e recrimina. Porque se o Fábio tem os pés de lado é logo uma festa. Porque se o Fábio diz um simples "tudo bem?" é porque tem segundas intenções. Porque o Fábio não pode estar com os amigos, senão é "colas". Porque o Fábio serve para umas coisas e outras não. Porque o Fábio não pode tocar senão está a "abusar". Porque o Fábio não pode estar lá sequer. Nem pedir uma pastilha. Porque o Fábio é o último recurso. Porque o Fábio não sabe dizer não. Porque o Fábio se preocupa de mais. Porque o Fábio é assim. E a maneira como as pessoas me tratam não ajuda nada. Fazem-me sentir assim. A mais. Sobro.

 

Mas os ourros podem. Os outris podem dizer as piadas que querem e lhes apetecem sem ouvir bocas. Há sempre espaço para os outros na mesa, nos carros. Os outros podem adoptar a postura que quiserem que ninguém lhes diz nada. Os outros podem perguntar coisas aos amigos e estar com eles sem serem rotulados. Nunca têm segundas intenções. Os outros servem para tudo e são sempre a primeira opção. Os outros podem tocar e brincar que nunca estão a abusar. Podem estar onde lhes apetecer, sem lhes dizerem nada. Os outros podem pedir pastilhas, sabem dizer não. Os outros não se preocupam como o Fábio.

 

Para com outros as pessoas têm atitudes normais. Para com o Fábio não.

 

É engraçado que pensem que o fábio não ouve e não percebe as boquinhas...

 

Um bocadinho de respeito só. Pode ser? É que o saco está a quase a transbordar...

 

Era só isto por hoje.

 

A gente vê-se.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.