Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Verbos

A vida em verbos... (em especial a minha) Se estão à procura de coisas sobre o significado dos verbos mesmo e assim...este não é bem o sitio certo, mas pode ajudar. Para conjugações e coisas do género, é melhor irem aqui www.priberam.pt :)

Verbos

A vida em verbos... (em especial a minha) Se estão à procura de coisas sobre o significado dos verbos mesmo e assim...este não é bem o sitio certo, mas pode ajudar. Para conjugações e coisas do género, é melhor irem aqui www.priberam.pt :)

Parar

30.06.08, Fábio

Paro. Às vezes. Sim, eu também paro. Paro para pensar que devia parar mais vezes. Paro. Penso no que senti, no que vivi, no que fiz e no que deixei por fazer. Paro. Penso nos momentos que passei contigo e com todos, nas gargalhadas, nos abraços, nos carinhos, nos beijos que trocámos e partilhámos, tantas e tantas vezes. Paro. Penso no que vi, no que senti e no que ouvi. Paro. E revejo as conversas e os desabafos que se soltaram em tempos. Paro. Pego no telefone ou no telemóvel para acatar esta saudade e a solidão que às vezes me inundam o espírito. Paro. Paro e penso. Paro e oiço o palpitar do meu coração. Paro e sinto às lágrimas a cair. Paro e olho para a minha vida. Tão melhor ou pior que ela é. Tão bela ou feia que possa ser. Mas é esta. E  essa não pode parar de forma nenhuma.

 

De resto... Paro, fico, inundo-me nos meus pensamentos e mergulho nas vozes que ecoam dentro da minha cabeça....

 

Depois... o silêncio.

 

Param. Também eles, os pensamentos. Ainda bem.

 

Devia parar mais vezes. Parar. Sentir apenas o ar a entrar e a sair do organismo e o natural bater do coração.

 

Paro e descanso. Nem que seja por uns momentos apenas.

1 comentário

Comentar post